Dia D marca início de Campanha Nacional de Vacinação contra paralisia infantil e sarampo

O DIA D DE MOBILIZAÇÃO PARA A VACINAÇÃO CONTRA A PARALISIA INFANTIL E O SARAMPO, QUE SERÁ REALIZADO NESTE SÁBADO (08), MARCARÁ O INÍCIO DA CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO. O MINISTRO DA SAÚDE, ARTHUR CHIORO, PARTICIPARÁ DA AÇÃO NA UNIDADE DE SAÚDE GOTHARDO PEIXOTO FIGUEIREDO LIMA, NO BAIRRO DAMAS, EM FORTALEZA (CE). A MOBILIZAÇÃO SERÁ REALIZADA EM MAIS DE 100 MIL PONTOS DE VACINAÇÃO EM TODO O PAÍS. HAVERÁ, AINDA, UM NOVO DIA D, EM 22 DE NOVEMBRO, COM O OBJETIVO DE REFORÇAR O ALCANCE DA CAMPANHA. A EXPECTATIVA É DE QUE MAIS DE 12 MILHÕES DE CRIANÇAS SEJAM VACINADAS ATÉ O DIA 28 DE NOVEMBRO.1415287613

A CAMPANHA, QUE TEM COMO OBJETIVO MANTER A ERRADICAÇÃO DA POLIOMIELITE E GARANTIR A ELIMINAÇÃO DO SARAMPO NO BRASIL, CONTARÁ COM A PARTICIPAÇÃO DE MAIS DE 350 MIL PROFISSIONAIS DE SAÚDE. ALÉM DISSO, ESTARÃO DISPONÍVEIS 42 MIL VEÍCULOS TERRESTRES, MARÍTIMOS E FLUVIAIS, PARA GARANTIR A VACINAÇÃO AOS LOCAIS DE DIFÍCIL ACESSO. PARA GARANTIR QUE O ESQUEMA BÁSICO SEJA  CUMPRIDO, AS VACINAS CONTRA A POLIOMIELITE, O SARAMPO, RUBÉOLA E CAXUMBA CONTINUAM DISPONÍVEIS DURANTE TODO O ANO NOS POSTOS DE SAÚDE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE.

“NESTE SÁBADO, REALIZAREMOS O DIA D DA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE E CONTRA O SARAMPO. LEVEM SEUS FILHOS PARA SE VACINAR EM UM POSTO DE SAÚDE PARA SE PROTEGER CONTRA ESSAS DUAS DOENÇAS JÁ ELIMINADAS DO BRASIL. PRECISAMOS DESSE REFORÇO PARA QUE ELAS NÃO VOLTEM A CIRCULAR NO PAÍS E A CAUSAR MORTES E SOFRIMENTO A NOSSAS CRIANÇAS”, REFORÇA O MINISTRO DA SAÚDE, ARTHUR CHIORO.

A VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE SERÁ DESTINADA A CRIANÇAS ENTRE SEIS MESES E CINCO ANOS DE IDADE INCOMPLETOS. A MEDIDA TEM COMO OBJETIVO MANTER A ERRADICAÇÃO DA DOENÇA NO BRASIL, QUE NÃO APRESENTA CASOS DE POLIOMIELITE DESDE 1990. PARA ISSO, O MINISTÉRIO DISPONIBILIZARÁ MAIS DE 17,8 MILHÕES DE DOSES DA VOP (VACINA ORAL POLIOMIELITE) DURANTE A CAMPANHA. A META É VACINAR PELO MENOS 95% DO PÚBLICO ALVO, CERCA DE 12 MILHÕES DE CRIANÇAS.

A RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE É DE QUE TODAS AS CRIANÇAS NA FAIXA ETÁRIA DA CAMPANHA SEJAM VACINADAS, POIS A VOP VALE TANTO PARA COLOCAR EM DIA A VACINAÇÃO ATRASADA COMO PARA REFORÇO DE QUEM ESTÁ COM O CALENDÁRIO EM DIA. A VIP (VACINA INATIVADA POLIOMIELITE),  UTILIZADA NO INÍCIO DE ESQUEMA DE VACINAÇÃO, TAMBÉM ESTARÁ DISPONÍVEL PARA CRIANÇAS COM O CALENDÁRIO ATRASADO, OU SEJA, QUE NÃO INICIARAM O ESQUEMA DE VACINAÇÃO COM AS DUAS PRIMEIRAS DOSES INJETÁVEIS, AOS DOIS E QUATRO MESES DE IDADE.

“A POLIOMIELITE É UMA DOENÇA QUE PRECISAMOS MANTER ERRADICADA NO NOSSO PAÍS, ATÉ PORQUE ELA AINDA CONTINUA EXISTINDO EM ALGUNS POUCOS PAÍSES DA ÁFRICA E DA ÁSIA. PORTANTO, AINDA NÃO PODEMOS SUSPENDER, EM DEFINITIVO, A VACINAÇÃO. OU SEJA, SÓ PODEMOS PREVENIR A PARALISIA INFANTIL SE NÓS CONSEGUIRMOS ATINGIR UMA META DE MAIS DE 95% DAS CRIANÇAS QUE TENHAM ENTRE SEIS MESES DE IDADE E CINCO ANOS, OU QUE AINDA NÃO COMPLETARAM CINCO ANOS, QUE TOMARÃO A VACINA COM A GOTINHA”, ALERTA O MINISTRO CHIORO.

EM RELAÇÃO AO SARAMPO, A RECOMENDAÇÃO É QUE SEJAM VACINADAS CRIANÇAS ENTRE UM E CINCO ANOS DE IDADE (INCOMPLETOS). A META É ATINGIR AO MENOS 95% DO PÚBLICO ALVO, CERCA DE 10,3 MILHÕES DE CRIANÇAS. PARA ISSO, O MINISTÉRIO DA SAÚDE DISTRIBUIRÁ MAIS DE 11,8 MILHÕES DE DOSES DA VACINA TRÍPLICE VIRAL, QUE ALÉM DE IMUNIZAR CONTRA O SARAMPO, TAMBÉM GARANTE A PROTEÇÃO CONTRA A RUBÉOLA E A CAXUMBA.

TODOS OS ESTADOS E O DISTRITO FEDERAL PARTICIPARÃO DA CAMPANHA DE SEGUIMENTO CONTRA O SARAMPO. NO ESTADO DO CEARÁ E EM ALGUNS MUNICÍPIOS DE PERNAMBUCO, A VACINAÇÃO FOI ANTECIPADA A FIM DE INTERROMPER A CADEIA DE TRANSMISSÃO DO VÍRUS, DEVIDO AO REGISTRO DE CASOS DA DOENÇA EM 2013 E 2014. VALE DESTACAR QUE, APESAR DOS REGISTROS DA DOENÇA NESSES DOIS ESTADOS, TODOS OS CASOS FORAM IMPORTADOS OU RELACIONADOS À IMPORTAÇÃO, E O BRASIL AINDA É CONSIDERADO LIVRE DO SARAMPO. NO ENTANTO, AS CRIANÇAS ENTRE SEIS MESES E CINCO ANOS DE IDADE INCOMPLETOS QUE RESIDEM NESSES ESTADOS DEVEM COMPARECER AOS POSTOS DE SAÚDE PARA RECEBEREM A VACINA CONTRA POLIOMIELITE E ATUALIZAR A CADERNETA DE VACINAÇÃO PARA O SARAMPO, CASO ESTEJAM EM ATRASO.

POLIOMIELITE – A POLIOMIELITE É UMA DOENÇA INFECTOCONTAGIOSA GRAVE E A ÚNICA FORMA DE PREVENÇÃO É POR MEIO DA VACINAÇÃO. NA MAIORIA DOS CASOS, A CRIANÇA NÃO VAI A ÓBITO QUANDO INFECTADA, MAS ADQUIRE SÉRIAS LESÕES QUE AFETAM O SISTEMA NERVOSO, PROVOCANDO PARALISIA IRREVERSÍVEL, PRINCIPALMENTE NOS MEMBROS INFERIORES. A DOENÇA É CAUSADA PELO POLIOVÍRUS E A INFECÇÃO SE DÁ, PRINCIPALMENTE, POR VIA ORAL.

EMBORA, ATUALMENTE, O BRASIL ESTEJA LIVRE DA PARALISIA INFANTIL, É FUNDAMENTAL A CONTINUIDADE DAS CAMPANHAS DE VACINAÇÃO, PARA EVITAR A REINTRODUÇÃO DO VÍRUS NO PAÍS. DE ACORDO COM DADOS DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE (OMS), 10 PAÍSES REGISTRARAM CASOS DE POLIOMIELITE EM 2013 E 2014, SENDO QUE TRÊS DELES SÃO CONSIDERADOS ENDÊMICOS (PAQUISTÃO, NIGÉRIA E AFEGANISTÃO).

SARAMPO –  O SARAMPO É UMA DOENÇA VIRAL AGUDA GRAVE E ALTAMENTE CONTAGIOSA. OS SINTOMAS MAIS COMUNS SÃO FEBRE ALTA, TOSSE, MANCHAS AVERMELHADAS, CORIZA E CONJUNTIVITE. A TRANSMISSÃO OCORRE DE PESSOA A PESSOA, POR MEIO DE SECREÇÕES EXPELIDAS PELO DOENTE AO TOSSIR, FALAR OU RESPIRAR. AS COMPLICAÇÕES INFECCIOSAS CONTRIBUEM PARA A GRAVIDADE DO SARAMPO, PARTICULARMENTE EM CRIANÇAS DESNUTRIDAS E MENORES DE UM ANO DE IDADE. A ÚNICA FORMA DE PREVENÇÃO TAMBÉM É POR MEIO DA VACINA.

OS ÚLTIMOS REGISTROS DE CONTÁGIO AUTÓCTONE DE SARAMPO NO BRASIL OCORRERAM EM 2000. EM 2013 E 2014, FORAM REGISTRADOS CASOS IMPORTADOS OU RELACIONADOS À IMPORTAÇÃO, COM CONCENTRAÇÃO NOS ESTADOS DE PERNAMBUCO E CEARÁ. NO MUNDO, EM 2014, FORAM REGISTRADOS 160 MIL CASOS DA DOENÇA, DE ACORDO COM A OMS. CABE RESSALTAR QUE, COM O FLUXO DE TURISMO E COMÉRCIO ENTRE OS PAÍSES, O RISCO DE IMPORTAÇÃO DO VÍRUS É MAIOR.

CAMPANHA- A CAMPANHA PUBLICITÁRIA DE 2014, ALÉM DO PERSONAGEM ZÉ GOTINHA, TRAZ REFERÊNCIAS DE OUTROS PERSONAGENS CONHECIDOS DO PÚBLICO INFANTIL, COM O OBJETIVO PERMITIR MAIOR IDENTIFICAÇÃO DAS CRIANÇAS NA HORA DA VACINAÇÃO. FORAM ESCOLHIDOS OS MINIONS E A PEPPA PIG, ALÉM DOS MANGÁS, AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS DE ORIGEM JAPONESA. A CAMPANHA JÁ ESTÁ EM DIVULGAÇÃO NO RÁDIO, TELEVISÃO, INTERNET, CARTAZES E TAMBÉM EM DIGITAL OUT OF HOME (DOOH – VÍDEOS UTILIZADOS EM ELEVADORES, AEROPORTOS E ÔNIBUS).

EM NOVEMBRO, O MINISTÉRIO DA SAÚDE DISPONIBILIZOU  A ATUALIZAÇÃO DO APLICATIVO GRATUITOVACINAÇÃO EM DIA PARA TABLETS E SMARTPHONES, LANÇADO EM 2013. A FERRAMENTA É UMA FORMA FÁCIL, MODERNA E ÁGIL DE ACOMPANHAR O CALENDÁRIO VACINAL. NA NOVA VERSÃO JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS TODAS AS VACINAS OFERTADAS PELO SUS E O USUÁRIO PODERÁ CADASTRAR ATÉ 10 CARTEIRAS DE VACINAÇÃO. A PARTIR DA INSERÇÃO DA PRIMEIRA VACINA NO CALENDÁRIO, O APLICATIVO CALCULA QUANDO O USUÁRIO DEVE COMPARECER NOVAMENTE PARA ATUALIZAR O ESQUEMA VACINAL E ENVIA UM LEMBRETE POR MENSAGEM. A ATUALIZAÇÃO NO ANDROID, VERSÃO 2.2.3 OU SUPERIOR, JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NO GOOGLE PLAY E NO IOS, VERSÃO 7 OU SUPERIOR.

Anúncios