Por quê levar sua comida para o trabalho é uma boa

Comer fora está ficando cada dia mais caro. Uma pesquisa da Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert) revelou que o brasileiro está gastando uma média de R$ 27,36* por dia para comer fora. Ou seja, se um funcionário que ganha apenas um salário mínimo almoçasse fora durante 20 dias, gastaria quase 70% da renda só com as refeições! É mole? Além disso, frequentar restaurantes diariamente pode ser uma cilada para quem deseja manter uma alimentação balanceada. “Nesses estabelecimentos, é difícil saber se a gordura usada para preparar os pratos é de boa qualidade”, diz Erika Romano, mestre em Saúde Pública e nutricionista da Clínica Romano, em São Paulo. Quando a comida é feita em casa, o controle sobre o tipo e a quantidade de óleo usado é maior. Além do que, você se sente mais segura quanto à procedência e higiene dos ingredientes. Ah, isso sem falar que você corre menos risco de sabotar a dieta levando uma frutinha em vez de pedir aquela sobremesa super-calórica, difícil de resistir, exposta na vitrine do restaurante!Dicas para levar marmita para o trabalho

8 dicas para preparar a marmita do jeito certo

  • Cozinhe com, no máximo, dois dias de antecedência e deixe a comida na geladeira.
  • Procure não fazer frituras, pois além de pouco saudáveis, elas perdem a crocância quando são reaquecidas.
  • Se tiver bastante espaço para comer no trabalho, leve tudo em recipientes separados e se sirva em um prato, colocando as porções de acordo com seu apetite. Se esse não for o caso, coloque tudo em um recipiente com divisórias, assim o gosto e a aparência dos alimentos não serão comprometidos.
  • Peixes fazem muito bem à saúde, mas podem deixar um cheiro ruim no ambiente. Evite-os pelo bem dos colegas!
  • Lave a salada e coloque-a em um recipiente separado (assim você não precisará ficar “caçando” as verduras antes de aquecer os demais alimentos). Deixe para colocar o molho na hora de comer, caso contrário a comida ficará murcha. E dê preferência aos temperos como azeite, vinagre, orégano, salsinha, cebolinha… Os prontos costumam ter muito sódio! Se for usar limão, corte-o na hora para que o suco não amargue. Você também pode deixá-la em potinhos para levar!
  • Macarrão e outros alimentos com molho de tomate podem manchar os recipientes de plástico. Prefira levá-los em potes de vidro.
  • A comida deve ser levada numa malinha térmica ou num isopor. Para ajudar a manter a temperatura, você pode colocar saquinhos com gelo dentro. Assim que chegar ao serviço, coloque tudo na geladeira ou ela poderá estragar, principalmente nos dias mais quentes.
  • Aproveite que está comendo de maneira mais saudável, e leve uma fruta de sobremesa!

O LABORATÓRIO CELLULA MATER TRABALHA COM VÁRIOS PLANOS DE SAÚDE,CONFIRA.

Congelado também pode

Para quem não tem tempo de preparar o almoço a cada dois dias: Separe um dia da semana e faça tipos variados de alimentos. Coloque-os nas marmitas e congele. Leve um por dia ao longo da semana. Isso pode ser feito com arroz, feijão, grão-de-bico, verduras e legumes refogados e massas, como panquecas. Até os filés de frango já fritos podem ir ao freezer. Mas a carne não pode ter sido congelada antes, ok? Congelar, descongelar e congelar novamente pode estragar a carne. Outra dica: evite colocar tubérculos, como mandioca, batata e batata- doce no freezer. O gosto e o aspecto não ficam legais.

Anúncios