Setembro Verde: campanha faz alerta sobre tumor no intestino

O tumor no intestino é o foco da campanha Setembro Verde para alertar a população sobre a necessidade de prevenção do câncer colorretal. A iniciativa é da Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP) e as ações, que se desenvolvem em parceria com a Associação Brasileira de Prevenção do Câncer de Intestino, ocorrem em quatro capitais do Brasil.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), do Ministério da Saúde, apontaram uma estimativa no ano passado de 15.070 casos novos de câncer de cólon e reto em homens, no Brasil, e 17.530 em mulheres.

Esses valores correspondem, segundo a Agência Brasil, a um risco estimado de 15,44 casos novos a cada 100 mil homens e 17,24 casos novos de tumor no intestino a cada 100 mil mulheres.

tumor no intestino shutterstock doutissima

 

Tumor no intestino: a campanha

Com uma proposta que deve colocar a população bem perto do problema, a campanha tem tudo para chamar a atenção. No Rio de Janeiro, o público poderá conhecer uma estrutura que reproduz um intestino – uma espécie de túnel com 20 m de comprimento e 2,5 m de largura –, entre os dias 4 e 7 deste mês, no Barra Shopping, das 11h às 20h.Ali, as pessoas terão a oportunidade de ver reproduções do pólipo, que pode virar tumor no intestino se não for tratado, e assistir a vídeos sobre câncer colorretal. Ao final da visita, receberão informações e orientações de médicos ligados à SBCP.

 

Depois do Rio de Janeiro, a campanha será levada a Belo Horizonte, nos dias 12 e 13; a Porto Alegre, de 18 a 20; e a São Paulo, de 25 a 27.

O tumor no intestino é um tipo de câncer que atinge tanto homens quanto mulheres. Cresce muito a importância do câncer de intestino em relação aos outros, porque câncer de próstata dá apenas em homens, e o de mama acomete mais mulheres. Em homens, é muito raro.

 

Como prevenir o tumor no intestino

Salles destaca que o câncer de intestino pode ser prevenido. O precursor do câncer é o pólipo benigno, que pode ser retirado durante uma colonoscopia, exame que permite analisar o revestimento interno do intestino.O procedimento pode evitar a transformação do pólipo em um tumor.

Outro aspecto destacado pelo presidente da SBPC é que toda pessoa com mais de 50 anos deve fazer a colonoscopia, independentemente de ter sintomas ou casos de câncer de intestino na família. A gente encontra pólipos em mais ou menos 20% dos exames feitos. Mas, além de observar o exame de colonoscopia, há outras maneiras de prevenir o tumor no intestino, que juntas fortalecem esse controle. Um exemplo é o tipo de alimentação, que deve ser equilibrada, rica em todos os nutrientes, como fibras e proteínas, além de outros dos quais o corpo precisa.

Ficar longe do cigarro e ingerir pouca bebida alcoólica, com foco na qualidade de vida, também são medidas importantes para prevenir o câncer colorretal.