O Excesso de peso não está ligado à um só problema

Pode favorecer o envelhecimento e outros problemas, aumentar o risco de câncer de mama, útero, ovário, intestino e próstata;

Estamos vivendo um aumento de peso mundial, as pessoas estão ficando acima do peso e obesas rapidamente e cada vez mais jovens. O IBGE revelou recentemente que 56,9% dos brasileiros estão acima do peso e mais de 20% estão obesos.

Por que isto está ocorrendo?

São vários fatores, os mais importantes são o abandono de comidas verdadeiras e trocas por alimentos industrializados, repletos de gorduras, carboidratos, sal e pobres em nutrientes como vitaminas e minerais. Outro fator importante é a redução da atividade física.

Costumo brincar com meus pacientes que o seu peso é conta de mais e de menos: quanto você comeu menos quanto você gastou, se sobrou você vai engordar. A comida é energia que entra o que você gastou é energia que sai, a diferença entre a sua conta te fará engordar ou emagrecer.

CONVERSE COM SEU MÉDICO,REALIZE UM CHECK UP COMPLETO NA CELLULA MATER;

Como saber se você está no peso adequado?

Temos varias maneiras, mas de modo prático e simples é o peso da balança em relação a sua altura que determina um índice chamado índice de massa corporal (IMC). Esse valor se estiver entre 18,5 e 24,9 é considerado normal, de 25 a 29,9 esta acima do peso, de 30 a 34,9 obesidade grau I ou leve, de 35 a 39,9 obesidade Grau II ou moderada e acima de 40 Obesidade grau III ou severa. Você pode calcular seu IMC a seguir.

Outra forma de controle é o tamanho de circunferência abdominal, já que essa gordura localizada na barriga é a de maior risco para nossa saúde. Para as mulheres a medida da circunferência abdominal deve ser menor que 88 cm e para os homens deve ser menor que 102 cm.

Os métodos acima são fáceis de fazer em casa, apesar de falhos, são os primeiros métodos para saber se precisa de ajuda, temos métodos mais eficientes com medidas de pregas cutâneas e balanças com bioimpedância que diferenciam quanto do seu peso é de gordura, músculo, líquido e divide isso em cada braço, perna e circunferência abdominal.

Essa preocupação com o peso é apenas estética?

Não, essa preocupação com o peso é por saúde e vida. O peso acima do ideal aumenta a velocidade de envelhecimento do seu corpo. Isso mesmo, você vai ficando mais velho se estiver acima do peso, seu corpo vai ter mais idade do que você tem de verdade e traz risco de doenças graves se não corrigirmos o peso.

Teremos um desgaste acelerado de suas articulações (osteoartrite) de coluna, quadril, joelhos, tornozelos e pés, pelo aumento de peso a mais que eles terão de carregar.

Seu pâncreas terá de trabalhar mais, gastando mais insulina e aumentando muito o seu risco de se tornar diabético, mesmo que não tenha ninguém na sua família com diabetes e com o diabetes vem o risco de complicações como problemas nos rins, pressão alta, circulação ruim nas pernas aumento de úlceras e risco de amputações.

Com aumento do peso, teremos uma circulação pior e com isso maior esforço no bombeamento cardíaco e consequentemente um aumento a sua pressão arterial.

Aumento de peso, circulação ruim, diabetes, pressão elevada então o seu coração vai sofrer e aumenta o risco de problemas cardíacos e derrames cerebrais (AVC).

Alguns tipos de câncer hoje estão sendo influenciados também pela obesidade, pois altera o seu metabolismo hormonal, principalmente o câncer de mama, ovário, útero, intestino e próstata.

Outras doenças associadas à obesidade podem ser a apneia do sono, pedra na vesícula, aumento de colesterol e triglicérides.

A boa noticia é que você pode emagrecer e reverter esse envelhecimento acelerado e esses riscos de sua vida. Sim, se você emagrecer, tudo isso que falei reduz muito. E não precisa ser grandes perdas, trabalhos mostram que reduzir em 10% seu peso diminuiu muito seu risco de problemas cardíacos e hipertensão e outros.

Em outros artigos falaremos mais como te ajudar a emagrecer. Mas a partir de hoje você já pode começar uma atividade física, pode ser caminhadas. Reduza o uso de produtos industrializados, volte a preparar sua comida com grãos integrais, peixe, frango, feijão, verduras, legumes e frutas. Aumente a água, reduza o sal, evite gorduras de origem animal, frituras, açucares, suco de frutas (prefira a fruta). Para não errar compre alimento que não precisam ter rótulos.