Salmão do Chile é alternativa saudável para dieta de idosos

O cultivo diferenciado do salmão do Chile é responsável por tornar o alimento rico em propriedades nutricionais que favorecem a saúde dos idosos. Além disso, o país é o segundo maior produtor do mundo, com 800 mil toneladas de peixe por ano, ficando apenas atrás da Noruega.

 

As boas condições de clima, solo, segurança alimentar e desenvolvimento de novas tecnologias na indústria alimentícia favorecem a produção de um salmão rico em cálcio e ômega 3, vitaminas essenciais para a saúde, principalmente na terceira idade.

salmao-do-Chile-doutissima-shutterstock

 

Benefícios do consumo do salmão do Chile 

Com grandes quantidades de ferro e selênio também, o peixe é reconhecido por concentrar um volume diferenciado do ácido-graxo não produzido pelo corpo humano, o ômega 3, que auxilia na prevenção do aumento dos níveis da pressão arterial e do colesterol, problemas comuns à terceira idade.

 

Também conhecida como gordura do bem, a substância atua diretamente no bom funcionamento das artérias e no músculo cardíaco, o que reduz o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Além disso, o salmão chileno possui a função de estimulante para a criação de colágeno no organismo, proteína que auxilia a combater a flacidez e firma a pele.

 

O consumo de alimentos ricos em ômega 3 também é indicado para prevenir o desenvolvimento de doenças neurológicas, como o Alzheimer, recorrente durante a terceira idade. Dessa maneira, o alimento auxilia na preservação da memória e melhora a agilidade mental.

 

O salmão do Chile pode ser preparado de diversas maneiras, como em pratos típicos japoneses na versão crua, defumado para sanduíches e saladas, e também grelhado, acompanhado de batatas assadas e legumes.

 

Segundo a gerente da empresa Salmón de Chile Melanie Whatmore, o alimento é ideal para os idosos que prezam pela alimentação de alta qualidade nutricional, mas não abrem mão de praticidade e sabor. Confira abaixo uma receita de salmão do Chile feito no forno.

 

Salmão no forno 

Ingredientes:

 

500 g de filé de salmão

Azeitonas fatiadas sem caroço

Orégano

3 colheres de sopa de molho shoyu

Sal a gosto

Azeite a gosto

Limão

Papel alumínio

1/2 cebola fatiada

 

Modo de preparo: 

 

Lave o pescado com suco de limão, aqueça o azeite e acrescente a cebola fatiada, deixando refogar até que fique transparente. Reserve. Use o papel alumínio para cobrir a assadeira. Deixe que sobre para forrar todo o peixe.

 

Coloque o salmão já temperado com sal sobre o papel alumínio na assadeira e regue com azeite e shoyu. Decore o prato com fatias de azeitonas e orégano. Coloque a cebola por cima. Em seguida, embrulhe com o papel alumínio, leve ao forno com fogo médio para assar por cerca de 30 minutos.

Aumento da expectativa de vida dos brasileiros 

Atualmente, a população brasileira está cuidando melhor da saúde. O reflexo da preocupação com o corpo fez a expectativa de vida no Brasil subir para 74,9 anos em 2013, para ambos os sexos, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Em 2011, o número apresentado era de 74,1 anos. Apesar do crescimento não ter sido muito significativo, em 1980 o índice apresentado era de 62,5 anos. Ou seja, em quase 40 anos, o tempo de vida dos brasileiros aumentou em 12,4 anos.

 

Devido ao crescimento da expectativa de vida no País, algumas mudanças de estrutura social e o aumento da população idosa tornaram-se ainda mais impactantes. De acordo com projeções do IBGE, em 2030 estima-se que o Brasil apresente uma população de 41,5 milhões de idosos, que irão representar 26,7% do total.