O que o formato do corpo diz sobre sua saúde?

MulherA forma mais comum para definir os diferentes tipos de silhuetas é a comparação com os formatos das frutas – três para ser mais específica: maçã, pera e banana. Saber qual se assemelha com as curvas do seu corpo, pode ajudar a entender quais riscos de saúde você é mais propensa a ter.

A ideia é simples: cada tipo de ‘fruta’ armazena de forma diferente a gordura. Por exemplo, para quem tem mais o formato de maçã, tende a acumular a gordura na parte superior do corpo, na região da cintura. Já as ‘peras’ tendem a armazenar nos quadris, coxas e glúteo. E por fim, as ‘sortudas’ bananas têm a gordura distribuída igualmente pelo corpo.  Para cada um dos diferentes formatos há ameaças e riscos diferentes à saúde.

Formato maçã
Possíveis problemas de saúde: De acordo com um estudo recente publicado pela Drexel, Universidade da Filadélfia nos Estados Unidos, esse biótipo tem uma tendência maior para exagerar na hora de colocar a comida no prato. E tem mais, pode até chegar a algo mais sério como a compulsão alimentar. Os pesquisadores descobriram que as mulheres que armazenam mais gordura em torno da cintura tendem a exagerar mais no consumo das famosas junk foods. Quando não controlada, essa compulsão acaba se tornando um ciclo vicioso: quanto mais se come, mais gordura se acumula na parte da cintura e mais vontade ainda se tem de comer compulsivamente.

O que fazer: controlar-se desde cedo é a melhor prevenção. Para não cair na tentação, deixe apenas comidas saudáveis em casa e as ‘besteirinhas’ fora de alcance. E lembre-se sempre da lei da compensação: exagerou em um dia, no próximo fique com a saladinha. Ainda segundo o estudo, é comprovado que a compulsão alimentar, muitas vezes, é algo biológico e não falta de força de vontade. Tente se controlar, claro, mas não se martirize caso você fuja da dieta uma vez ou outra. Equilíbrio é o caminho!

Formato pera 
Possíveis problemas de saúde: As mulheres peras podem desencadear mais facilmente a síndrome metabólica de acordo com um novo estudo divulgado nos Estados Unidos pelo site do The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. Segundo a pesquisa, o acúmulo de gordura na região dos quadris, coxas e glúteo aumenta os níveis de duas proteínas no sangue que podem levar a inflamação e a resistência a insulina, elevando o risco de diabetes tipo 2.

O que fazer: Praticar atividades físicas com regularidade é essencial para esse biótipo. Como o risco para diabetes aumenta você deve tomar cuidado especial com o consumo de açúcar. Passe longe dos doces, principalmente dos processados!

Formato banana
Possíveis problemas de saúde: engana-se quem pensa que as ‘sortudas’ que nasceram com este tipo de corpo estão livres de qualquer risco à saúde. Muito pelo contrário. O fato de ser magro pode, muitas vezes, camuflar os reais problemas que esse tipo de silhueta tende a desenvolver. Para as ‘bananas’, um terceiro estudo mostrou que trocar as escolhas mais saudáveis por junk food aumentam os riscos para desenvolver diabetes e câncer, por mais que a pessoa não ganhe peso ou veja alguma mudança real no corpo. Ou seja, esse tipo de corpo acaba definitivamente com o mito de que ser apenas magro é ser saudável.

O que fazer: por essa razão, os tipos bananas, por mais magros que sejam, devem comer saudavelmente. Mesmo que não se note nenhuma mudança física ao postar nos alimentos mais saudáveis, uma dieta balanceada é o indicado pelos especialistas.