Síndrome rara que afeta ex-Miss Bumbum não tem cura, diz médico

Dai Macedo (Foto: Arquivo Pessoal)

A modelo fitness Dai Macedo, de 27 anos, que venceu o concurso Miss Bumbum em 2013, descobriu há alguns meses que tem uma síndrome rara neurocutânea que afeta a pele do seu rosto. Chamada de Parry-Romberg, ela pode levar ao encolhimento e degeneração dos tecidos subcutâneos da face. Dai passou por uma cirurgia no sábado (5) em São Paulo e se recupera bem.

Normalmente, essa síndrome se manifesta apenas de um lado do rosto, por isso é chamada também de atrofia hemifacial progressiva.Segundo especialistas, a doença não tem cura e acomete pessoas de qualquer idade, mas os casos mais frequentes são em mulheres jovens.

A perda do tecido gorduroso da pele na face é progressiva e não tem cura. A causa da doença ainda é desconhecida.

Dai Macedo (Foto: Arquivo Pessoal)Dai Macedo após cirurgia (Foto:
Dai Macedo/Arquivo Pessoal)

A ex-Miss Bumbum conta que descobriu a síndrome há alguns meses. “No início, pensei que fosse uma cicatriz de tombos que levei quando criança. Mas, como cada dia ia ficando mais fundo, procurei um médico”, relatou a modelo.

Durante a cirurgia a que Dai foi submetida, foi retirada gordura do joelho para ser enxertada no rosto. A ex-Miss Bumbum contou que, depois do procedimento, vai passar por um tratamento com remédios.

“Aqui no Brasil eu conheço apenas um caso. É uma doença muito rara. A cirurgia é um tratamento estético”, diz Tarso Adoni.

Dai contou que resolveu expor as fotos nas redes sociais para que outras pessoas que passam pela mesma situação recebam ajuda. “Queria passar para as pessoas uma esperança de viver com as nossas diferenças, que para tudo na vida tem uma saída”.

Ela disse que espera continuar trabalhando como modelo e atriz. “Estou estudando, em julho já me formo no teatro, quero continuar trabalhando com apresentação de merchans, modelo, e logo mais espero trabalhar como atriz”, afirmou em entrevista ao G1.

Dai Macedo diz que está aproveitando cada minuto como a nova Miss Bumbum (Foto: Fernando Vasconcelos/ G1)

 

Anúncios