Você pode estar escovando os seus dentes errado, sabia?

Quando você comprou sua escova de dente na embalagem estava escrito ‘macio’ ou ‘extra macio’? Se a resposta foi não, então você comprou a escova errada. Cerdas duras podem enfraquecer o esmalte dos dentes. Outro detalhe importante está na cabeça, que deve ser pequena o suficiente para alcançar facilmente a toda sua arcada dentária.você-escova-dentes-maneira-errada

2.Escovar e segurar a escova com muita força
Escovar os dentes como se estivesse encerando o chão de casa não é uma boa ideia. Além de causar danos ao esmalte, a força exagerada pode machucar sua gengiva e levar até à recessão gengival. Então, vá devagar e sem muita pressão sobre eles. E assim como escovar com muita força não é uma boa opção, segurar o cabo da escova também não é. Tal ato pode igualmente desgastar o esmalte dos dentes. Encontre uma escova com uma haste confortável e que seja de fácil manuseio.

3.O ângulo está errado
Acredite. O ângulo com que você apoia a escova sobre a superfície dos dentes pode fazer toda a diferença. O ideal? Segurar a escova com uma inclinação de 45 graus em relação ao dente. Em seguida, escove um dente de cada vez fazendo sempre movimentos circulares na parte externa e interna dos dentes.

4.Não prestar atenção no que você está fazendo
É ótimo ser uma pessoa multitask, que é capaz de duas coisas ao mesmo tempo. Mas quando o assunto é a escovar os dentes, foque apenas nisso. Ao invés de verificar Instagram ou ficar andando pela casa, preste atenção e tenha certeza que você está escovando todos os dentes (e de forma correta!), principalmente os que ficam no fundo da boca.

5. O tempo de escovação não é suficiente
Uma boa escovação não acontece em menos de dois minutos.  Este tempo consegue garantir uma ótima higienização bucal. Olhe para o relógio, concentre-se na frente do espelho, e escove de maneira correta.

6. Esquecer a língua
A língua é uma das grandes causas do mau hálito por causa de todos os micróbios e restos de comida que ficam presos nela. Estudos mostraram que apenas escovar a língua pode reduzir o mau hálito em até 70 por cento. Então, língua para fora e escova nela.

7.Não escovar os dentes antes de se deitar
Claro que depois de um longo dia, tudo o que queremos é chegar em casa e ir direto para a cama. Mas o que são dois minutos do seu dia comparado à dor de dente (e de cabeça!) que você pode ter no futuro? Lembre-se: as bactérias e placas ficaram o dia inteiro escondidas entre seus dentes irritando-os. Espante a preguiça e corra já para o banheiro!

8. Pular a etapa do fio dental 
Há uma razão para o seu dentista está sempre pegando no seu pé por causa disso. Mais importante até que escovar os dentes, passar fio dental é essencial. O esconderijo preferido das bactérias são os espaços entre os dentes, e é justamente esse o local onde as cerdas da escova não alcançam. E é aí que o fio dental entra em cena. Ah, e aquele mau hálito que você não consegue se livrar pode estar associado com a falta de fio dental na sua higienização também, ok?

9.Usar escova velha
Cerdas desgastadas e velhas são menos eficazes na limpeza e ainda prejudicial para os seus dentes. Além disso, as cerdas rachadas ou quebradas são paraísos para as bactérias. Troque sua escova a cada três ou quatro meses.

10.Limpe sua escova de dentes
Quer manter por mais tempo a sua escova de dentes? Limpe-a da maneira correta que ela irá durar mais. A melhor maneira de higienizá-la é lavar bem com água corrente e armazená-la em posição vertical para uma secagem mais rápida. Não coloque em recipiente fechado e úmido pois torna mais propício o crescimento microbiano.

11. Usar escovas alheias
Seu corpo não está preparado para lutar contra os germes de outra pessoa. Portanto, usar a escova de dente do seu namorado ou da sua melhor amiga aumenta o risco de infecções no seu corpo.