Comer cálcio na gravidez ajuda criança a ter dente saudável

Cerca de 99% do cálcio do corpo está presente nos ossos e dentes. A formação dentária já se inicia na oitava semana de gestação e, por isso, é tão importante que a mãe tenha uma alimentação variada. No cardápio é preciso ter legumes, verduras e frutas, já que a absorção do cálcio depende de vários outros nutrientes, como vitamina D, magnésio, boro, vitamina K e complexo B.A formação dentária já se inicia na oitava semana de gestação

Para uma ótima saúde óssea e dentária, são necessários cerca de 24 nutrientes para uma boa absorção de cálcio. O cálcio é importante para diversas funções no organismo, como contração muscular, ação dos neurotransmissores, transmissão de impulsos nervosos, coagulação sanguínea e regulação dos batimentos cardíacos.

Durante a gravidez, o corpo se prepara para absorver melhor o cálcio. Próximo ao quinto mês, ocorre um expressivo aumento da absorção intestinal, em torno de duas vezes mais que o início da gestação, promovendo o armazenamento materno para garantia da mãe e do bebê. Segundo as DRI (Dietary References Intakes, 2000) a recomendação de cálcio é de 1300mg/dia para gestantes menores de 18 anos e 1000mg para gestantes maiores de 18 anos.

É fundamental a ingestão de fontes de cálcio, principalmente de origem vegetal, como também é fundamental evitar os fatores antinutricionais que não deixam absorver o cálcio ou aumentam a sua excreção, como: grande quantidade de proteína de origem animal, excesso de gordura saturada, fosfatos (presentes em refrigerante), álcool, açúcar refinado, ácido oxálico (espinafre cru), fibras insolúveis e cafeína.