Formigamento nas pernas: descubra o significado

Você costuma sentir formigamento nas pernas e pés e não sabe por quê? Normalmente, essa sensação não significa qualquer problema de saúde. Pode ser que você esteja na mesma posição há muito tempo ou tenha sido picado por um inseto. Mas esse sinal também pode ser sintoma de doenças graves. Então, se você não tiver uma explicação razoável ou detectar uma recorrência extraordinária, é bom procurar um médico.

O que causa formigamento nas pernas

Dormência e formigamento são sensações anormais que podem ocorrer em qualquer lugar do corpo, mas são muitas vezes sentidas em dedos, mãos, pés, braços e pernas. Isso acontece geralmente devido à falta de fornecimento de sangue a uma área ou compressão dos nervos.

Um dos problemas que também podem causar esse sintoma é a dor ciática, que resulta em dormência ou fraqueza em pernas ou pés, geralmente de um lado e ocasionalmente em ambos. Além disso, quem sofre com hérnias de disco também pode de sentir esse formigamento frequentemente.

Muitas vezes, há um déficit nutricional envolvido. A falta de vitamina B12 pode causar essas sensações nos braços e pernas, bem como perda de equilíbrio e fraqueza. Ela é naturalmente encontrada em produtos animais e outros alimentos ricos em proteínas. De acordo com o Office of Dietary Supplements, dos Estados Unidos, a deficiência de vitamina B12 afeta entre 1,5 a 15% da população em geral.

Conforme a causa, a perda de sensibilidade pode desaparecer rapidamente. Esse é o caso de dormência em nádegas e pernas depois de ficar sentado com as pernas cruzadas por longo tempo, por exemplo.

Formigamento nas pernas

Quando pode ser um problema sério

Como a dormência pode ser um sintoma de uma doença subjacente, você deve conversar com seu médico sobre quaisquer sensações incomuns que durem mais do que alguns minutos.

Se você sentir formigamento nas pernas, perda de controle da bexiga ou intestino, paralisia, confusão, fraqueza na perna ou fala arrastada, procure imediatamente atendimento médico em uma unidade de emergência. Se a sua dormência perna é persistente e recorrente, entre em contato com um médico para o diagnóstico.

Muitas causas mais graves podem ocasionar essa perda da sensibilidade total nas pernas, como doenças ortopédicas graves, capazes de levar à lesão do nervo espinal ou periférico. Outra enfermidade que possui esse sintoma é a esclerose múltipla. Ao consultar um médico é interessante saber esclarecer se a dormência ocorre em uma ou ambas as pernas. Isso ajuda no diagnóstico.

Por exemplo, dormência de uma perna pode indicar um nervo comprimido na parte inferior da coluna, enquanto a dormência em ambas as pernas (e outras extremidades) pode ser um sinal de uma doença sistêmica (em que várias partes do corpo são afetados), como esclerose múltipla ou anemia perniciosa.

Além disso, a doença arterial periférica é um problema que leva a estreitamento e endurecimento das artérias que fornecem sangue para as pernas e pés, podendo levar à diminuição do fluxo sanguíneo e danificar nervos e outros tecidos.

Durante um ataque isquêmico transiente, o sangue para de fluir para o cérebro por um curto período de tempo e por isso um dos sintomas pode ser o formigamento dos membros do corpo. Essa é uma condição grave, já que frequentemente é um sinal de que um acidente vascular cerebral pode acontecer no futuro.

Ou seja, por mais que pareça insignificante, é bom prestar atenção ao formigamento. Se ele for recorrente, vá em busca de um diagnóstico no seu médico.