Entenda por quê comer fibras pode prevenir um câncer

Elas são titulares em qualquer cardápio saudável. Como não são digeridas nem absorvidas, as fibras aumentam o bolo fecal e, assim, melhoram o funcionamento do intestino. E isso já traz uma baita vantagem em matéria de câncer: quando são eliminadas, elas levam consigo um monte de toxinas que poderiam agredir as células e desencadear tumores. O curioso é que essa turma da faxina não reduz apenas o risco de câncer de cólon, lá no intestino. Mais estudos indicam que previnem os de mama e de pâncreas.Saúde responde tudo: dieta e câncer

Tais descobertas são mais do que suficientes para você engolir boas porções de fibrosas todo dia — os experts falam em pelo menos de 25 a 30 gramas. Entram na conta tanto as solúveis quanto as insolúveis. As primeiras você encontra nas frutas e nas leguminosas (ou seja, feijão, ervilha, lentilha…). As do segundo time estão presentes no farelo de trigo e cereais integrais, por exemplo.

Ah, quando estiver pensando no cardápio da semana, lembre-se de outro ganho importante de incluir itens ricos nesse ingrediente na lista de compras: como eles exigem mais tempo de mastigação e tornam a digestão mais lenta, prolongam a sensação de barriga cheia e dão uma baita força para manter o peso em ordem. E, não custa repetir, gordura acumulada é um perigo constante rondando as nossas células.