vitaminad1

Um esporte para chamar de seu! Quais os benefícios das atividades físicas

Que atividades físicas fazem bem para o corpo e para a mente não é nenhuma novidade. E para se mexer, as opções são as mais variadas. Se você não é do fã-clube da academia ou da musculação, já pensou em escolher um esporte para se exercitar? A prática pode ser divertida, ao ar livre, e ainda trazer diversos benefícios.

Aproveite os benefícios dos esportes e comece uma atividade física
iStock

Aproveite os benefícios dos esportes e comece uma atividade física

 

Entretanto, é importante tomar alguns cuidados antes de começar nas atividades físicas. Quem dá as dicas é Silvana Vertematti, médica do esporte e cardiologista infantil do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

O primeiro passo é procurar orientação de um médico. Ele pedirá exames e irá avaliar a condição física do futuro atleta, além de investigar possíveis doenças na pessoa e em seus familiares. Tudo para minizar qualquer risco com o novo esporte e para saber se o indivíduo está pronto para aquele esforço.

 

Mal orientada, a prática de esporte ou de qualquer atividade pode ser prejudicial. “Até os 35 anos, existe um risco de morte súbita mais relacionada a arritmias e doenças congênitas. Acima desta idade o risco se relaciona mais a insuficiência coronariana que pode levar a um infarto”, detalha Silvana.

Qual esporte escolher?

Depois da liberação do médico, vamos às opções de esportes. Cada modalidade traz uma lista de benefícios para a saúde. Joaquim Grava, ortopedista do Hospital São Luiz Morumbi, fala os detalhes de cada um:

Basquete exibe trabalho de todo corpo e é uma ótima atividade física
Reprodução

Basquete exibe trabalho de todo corpo e é uma ótima atividade física

Basquete: é uma ótima atividade para o coração e, por ser aeróbica, trabalha muito bem toda a parte cardiorrespiratória. E todo o corpo será acionado. Para se movimentar na quadra, serão trabalhados quadríceps, glúteos e panturrilha. Para arremessar as bolas, serão exigidos tríceps, o bíceps, os ombros e os punhos.

Futebol: mais uma atividade aeróbica, ideal para tornear pernas. Contribui para o ganho de massa muscular e aumenta a resistência.

Handebol: também tem características aeróbicas e aprimora a coordenação motora. Assim como o basquete, exige de membros inferiores e superiores.

Handebol ajuda a melhorar a coordenação motora
Divulgação/CBHb

Handebol ajuda a melhorar a coordenação motora

Boxe: falando em coordenação motora, essa modalidade é bastante indicada. É preciso agilidade e reflexo rápido para dar e se esquivar de golpes. Também trabalha força e flexibilidade. Os movimentos de jabs e diretos também vão turbinar os músculos de costas e ombros.

Judô: assim com o boxe, é uma das atividades físicas indicada para quem busca desenvolver  força, flexibilidade, coordenação motora, equilíbrio e reflexos.

Natação: uma das grandes vantagens deste esporte é não ter impacto. Além de trabalhar a parte cardiorrespiratória, ao aumentar o consumo de oxigênio pelo corpo, mexe com todos os grupos musculares.

Natação não tem impacto e trabalha a parte cardiorrespiratória
Jonne Roriz/MPIX/CPB

Natação não tem impacto e trabalha a parte cardiorrespiratória

Tênis: ideal para quem não é fã de contato físico e quer melhorar a coordenacão motora e a força muscular. A modalidade ainda ajuda no fortalecimento de ossos e articulações.

Triatlon: esse é para quem quer um desafio ainda maior, já que une corrida, ciclismo e natação. A vantagem é propiciar os benefícios das três modalidades.

 

Alguns cuidados com as atividades físicas

Com a modalidade definida, é a hora de traçar metas e montar a sua rotina, que agora terá um espaço para o esporte. Avalie quantas vezes por semana irá praticar as atividades físicas e assuma isso como um compromisso. Mas a médica Silvana Vertematti fala em ter um pouco de calma, principalmente no começo, pois é preciso respeitar os limites do corpo e, aos poucos, se adaptar ao novo exercício.

Fonte: Delas