2013-672372583-2013121351705.jpg_20131213

Entenda a lei que obriga motoristas a realizarem o exame toxicológico

Resolução CONTRAN 517 – Institui os exames toxicológicos de larga janela para habilitação e renovações das CNHs categorias C, D e E

 

A partir de 2 de junho de 2015 os proponente a habilitação ou renovação nas categorias C, D e E deverão realizar exame toxicológico de larga janela de detecção, juntamente com os demais exames médicos obrigatórios. Estes exames deverão ser realizados a partir de amostras de queratina (cabelo, pêlos ou unhas) colhidos em clínicas de medicina de trânsito ou, no caso de alguns estados, também em laboratórios clínicos.

O resultado do exame toxicológico vale por 30 dias, a partir da data de sua expedição. O médico avaliador terá mais essa informação para decidir sobre a aptidão ou não do proponente a habilitação.

13923469_1161846917218450_3603004764019688750_o

Segundo a Resolução 517 de 2015, as clínicas de medicina de tráfego somente poderão se associar a laboratórios especializados, com capacidade comprovada e homologados pelo DENATRAN. O Laboratório de Análises Clinicas é habilitado para realizar este exame em Santos

As coletas poderão ser realizadas pelas clínicas de medicina de tráfego, juntamente com os demais exames médicos obrigatórios, criando assim uma nova fonte de receita para as clínicas e contribuindo para a segurança nas estradas.