dieta-das-proteinas

Alimentos que controlam a variação hormonal

Que as mulheres sofrem com as pressões do dia a dia e precisam lidar com as mudanças de humor causadas pela variação hormonal, ninguém tem dúvida. Mas o que a maioria delas não sabe é que o consumo de alimentos funcionais pode ajudar a amenizar as situações de desconforto e, de quebra, prevenir doenças graves, como o câncer de mama.

Quem afirma é a médica nutróloga ortomolecular Jane Corona. Para ela, o equilíbrio hormonal pode ser mantido nutricionalmente. Tendo como base o uso científico desses alimentos na dieta, ela lançou o livro “Saboreando Mudanças: o Poder Terapêutico dos Alimentos”, em parceria com a chef Flávia Quaresma.

Segundo a médica, há alimentos de origem animal e vegetal que fazem bem à saúde em qualquer idade, especialmente a partir do início do ciclo menstrual, por terem substâncias que agem beneficamente, combatendo os radicais livres. Outros devem ser evitados em qualquer fase da vida, como frituras e doces.

reposição hormonal

Entre o que deve ser incorporado às refeições, Jane cita a soja, que contém isoflavona. A substância alivia os sintomas da menopausa e da tensão pré-menstrual, e protege contra o câncer de cama. A ação é semelhante à do hormônio estrogênio.

Peixes
Jane também lista os vegetais crucíferos (brócolis, couve, repolho, nabo), bons para o fígado, para o bom colesterol e para a prevenção do câncer de mama. Além deles, os peixes, fontes de ômega 3, também não podem ficar de fora das refeições diárias. “O óleo encontrado no peixe é semelhante ao de linhaça, com efeito antioxidante, que bloqueia os radicais livres e previne o envelhecimento celular, protegendo, principalmente, a memória. A linhaça, inclusive, restabelece o nível de estrogênio”, explica.

reposição hormonal

Frutas como maçã, pêra e mamão são ricas em fibras e apropriadas ao bom funcionamento do intestino. O feijão também é um ótimo alimento, muito nutritivo, que auxilia na inibição do apetite.

“É importante que as mulheres aumentem o consumo de frutas, grãos, vegetais e legumes. A medida que for envelhecendo, elas devem ir tirando da dieta gordura hidrogenada, encontrada em produtos industrializados, e aumentar o consumo de gordura não saturada, como óleos vegetais e azeite de oliva, de linhaça”, relata.

Jane Corona prevê lançar até o final do ano um livro com o mesmo perfil do “Saboreando Alimentos” mas voltado para os homens.

alimentos-que-controlam-a-variacao-hormonal-3

Café com moderação faz bem à saúde

Segundo a médica nutróloga ortomolecular, Jane Corona, estudos recentes comprovam que o café e o chá são benéficos ao organismo. Ela explica que o café e o chá contêm as substâncias catequinas e acido-clorogênico – os maiores antioxidantes naturais encontrados. O acido-clorogênico do café, por exemplo, impede, segundo a médica, a oxidação do colesterol, reduzindo o risco de desenvolver a arteriosclerose.

“Trabalhos mostram que o esse ácido ajuda a proteger contra o diabetes tipo 2, porque melhora a resposta do organismo à insulina. Além disso, o café tem a substância cafeína, que melhora a performance do atleta”, informa.  De acordo com Jane Corona, é saudável beber até quatro xícaras pequenas de café, diariamente.

CARTÃO

Consuma

Grãos integrais. Melhoram a função intestinal e o metabolismo. Ótimos para a tensão pré-menstrual (TPM)

Soja. Contém isoflavona. A substância alivia os sintomas da menopausa e da tensão pré-menstrual, e protege contra o câncer de cama

Peixes. Fontes de ômega 3. Efeito antioxidante e previne o envelhecimento celular, protegendo, principalmente, a memória

Vegetais crucíferos (brócolis, couve, repolho, nabo). bons para o fígado, para o bom colesterol e prevenção do câncer de mama

Frutas. Maçã, pêra e mamão são ricos em fibras e apropriadas ao bom funcionamento do intestino

Maracujá. Tem a substância crisina, que age na mulher, inibindo a enzina aromatase. Essa enzina favorece a produção de estrogênio a partir de células de gordura

Café e chá. Têm as substâncias catequinas e ácido-clorogênico, que impedem a oxidação do colesterol e ajuda a proteger contra o diabetes tipo 2

""A regulação dos hormônios através da alimentação é fundamental para evitar uma série de doenças, deixando o corpo bem mais saudável.