hipertensao-o-que-e-prevencao-controle-e-dieta-3

Pessoas que sabem que são diabéticos, mas não aderem ao tratamento

A Federação Internacional de Diabetes estima que mais de 14 milhões de brasileiros sejam diabéticos. O número deve passar dos 23 milhões em 2040. De acordo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (10), 92% dos pacientes afirmam que a prática de atividade física somada a uma alimentação saudável é fundamental para evitar complicações. Entretanto, mais de 60% são sedentários.

A contradição entre o conhecimento das pessoas e o que de fato é praticado pôde ser verificada no levantamento feito pelo Ibope a pedido da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e a empresa Merck. Dr. Márcio Krakauer, médico endocrinologista e coordenador do Dia Mundial de Diabetes da SBD, afirma que a única forma de fazer uma mudança realmente efetiva na vida dos diabéticos é tirando do mercado a farinha branca e o açúcar, reduzindo ao máximo a ingestão de gordura saturada e cobrando uma taxa das pessoas que não praticam exercícios.

Os dados foram obtidos a partir de entrevistas realizadas entre os dias 13 a 17 de outubro. Dentre os 2.002 participantes, 52% eram mulheres e 48%, homens. Foram ouvidos moradores de todo o Brasil com idade acima de 16 anos das classes A/B (27%), C (50%) e D/E (23%). Os entrevistados foram divididos entre pessoas que têm a doença crônica (6%), não têm, mas conhecem alguém com o problema e participam do cuidado diário da doença (19%), não têm, mas conhecem e não participam dos cuidados (40%) e não têm e também não conhecem pacientes (36%).

Diabéticos e cuidadores

Entre as pessoas que já foram diagnosticadas com a doença crônica, 29% não suspeitavam do problema e descobriram a partir de exames de rotina, 39% tratavam outros quadros quando foram diagnosticados com diabetes, 10% já apresentavam fraqueza e os outros já estavam com casos avançados, com maior vontade de urinar, alterações visuais e dificuldade de cicatrização.

Um dos grandes problemas é que 66% acreditam que apenas passar pelas consultas médicas e realizar os exames são suficientes para controlar a doença. Outros 39% indicam uma alimentação saudável, 23% deixar de comer determinados alimentos, 10% a pratica de exercícios físicos e 4% diminuir a ingestão de álcool.

Apesar disso, 92% concordam que a prática de atividade física somada a uma alimentação saudável é fundamental para o controle da doença. O problema é que esta é uma dificuldade de 37% dos entrevistados. Para 18% também é complicado tomar o medicamento todos os dias.

Manter uma alimentação saudável é a maior dificuldade encontrada no tratamento de 30% dos diabéticos pelo País

Pixabay

Manter uma alimentação saudável é a maior dificuldade encontrada no tratamento de 30% dos diabéticos pelo País

Não diabéticos

O diabetes é uma doença silenciosa, que não dá sinais nos primeiros anos. Por conta disso, de tempos em tempos é importante avaliar o nível de açúcar no sangue, mesmo as pessoas que nem desconfiam ter a doença.

Outro problema verificado pela pesquisa é que um em cada três não diabéticos declarou nunca ter medido o seu nível de glicemia. Além disso, 4% nem sabia se havia feito o exame alguma vez na vida. A falta de educação em relação ao tema pode ser a razão, já que 32% dizem-se pouco ou nada informados a respeito do diabetes.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s