Alimentos que ajudam na produção natural de hormônios

Com o passar do tempo, o nosso corpo vai funcionando de um forma diferente, alterando assim os níveis hormonais do nosso organismo. Essas mudanças hormonais muitas vezes proporcionam sintomas indesejados, como: calor excessivo, irritabilidade, insônia, inchaço, queda de cabelo, pele oleosa, entre outros. O que muita gente não sabe é que é possível manter, ou mesmo auxiliar o organismo a produzir hormônios e corrigir possíveis desníveis através da alimentação. Confira a seguir quais são os principais alimentos que auxiliam na produção natural de hormônios.

alimentos-que-ajudam-na-producao-natural-de-hormonios-santos

Linhaça

A linhaça é rica em fibras, auxilia no controle de peso e proporciona saciedade. Ela faz parte de um grupo de alimentos denominado fitosteróis, isso significa que ela imita a ação do estrógeno (hormônio sexual feminino). O estrógeno é muito importante para a produção de libido, combatendo assim a secura vaginal, além de atuar na preparação do útero no caso de uma possível gravidez.

Oleaginosas

Castanhas, avelãs e amêndoas são ricas em selênio, que por sua vez auxiliam na produção de testosterona, importante hormônio caracterizador masculino. As oleaginosas ainda são ricas em gorduras boas, importante para a saúde do coração.

Inhame

O Inhame possui efeitos semelhantes ao da progesterona, hormônio que favorece a densidade óssea. Dessa forma, para pessoas que sofrem de osteoporose, ou então que possuem deficiência de cálcio é importante tê-lo em sua alimentação. O inhame também diminui a retenção de líquidos, um dos maiores responsáveis pelo desconforto em homens e mulheres.

Chocolate

Chocolates que possuem maior quantidade de cacau em sua composição (pelo menos 70%) auxiliam o organismo na produção de triptofano. O triptofano tem importante participação na formação de serotonina, que por sua vez provoca prazer e bem-estar. É muito indicado ingerir um pedaço desse alimento, principalmente, para mulheres que estão sob os efeitos da TPM ou então para pessoas com uma pesada rotina de trabalho.

certificações

Tomate

O fruto é rico em licopeno. Este elemento é um importante constituinte antioxidante, fundamental na proteção das células do corpo humano evitando um o envelhecimento precoce e responsável por manter a secreção de hormônios em níveis normais e seguros. Além disso, o licopeno presente no tomate é importante para a manutenção do sistema imunológico.

Cereais integrais

Alimentos integrais, como aveia, pães e germens de trigo são ricos em vitamina E. Este tipo de vitamina participa diretamente da produção de hormônios sexuais, além de estar diretamente ligada ao apetite sexual de homens e mulheres.

Soja

A soja pode ser encontrada em diversos grãos e também no tofu. Além de conter altas doses de isoflavona, o que ajuda na regulação de hormônios como estrógeno, ela é um importante redutor das altas ondas de calor que acomete grande parte das mulheres que se encontram na menopausa.

Diferente do que muita gente pensa, os alimentos não são apenas suporte para a manutenção de peso. Eles também são grandes auxiliadores hormonais. Ter uma dieta equilibrada é mais do que fundamental para que o organismo se mantenha em pleno funcionamento.

 

 

Anúncios