O que Causa a Ansiedade?

Transtornos de ansiedade podem ser causados ​​por fatores ambientais, fatores médicos, genética, química cerebral, abuso de substâncias ou uma combinação de todos. Eles são comumente desencadeados pelo estresse em nossas vidas. Normalmente, a ansiedade é uma resposta a forças externas, mas é possível que fiquemos ansiosos com “auto-conversa negativa”, ou seja, o hábito de sempre nos dizer que o pior acontecerá. A ansiedade pode ser causada por fatores internos e externos, como estresse no trabalho; fatores médicos, como efeitos colaterais de algum medicamento; uso e abuso de substâncias, como cocaína e anfetamina; genética e química cerebral.

Quais são os Sintomas da Ansiedade?

Os sintomas comuns da ansiedade podem ser físicos e não-físicos. Eles se apresentam em uma grande variedade, incluindo, por exemplo, perturbações, tais como preocupação excessiva, irrealista.Muitos destes sintomas são semelhantes aos apresentados por um indivíduo que sofre de doença geral, ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, e isso tende a aumentar ainda mais a ansiedade. Os sintomas físicos da ansiedade incluem ainda sensação de tremedeira, náusea, estômago revirado, diarreia, palpitações cardíacas, dor lombar, suor, inquietação, cansaço, irritabilidade, tensão muscular e problemas de concentração. Pessoas que sofrem de transtornos de pânico podem sentir falta de ar, sensação de sufocamento e tontura, por exemplo. Já os transtornos de estresse pós-traumático podem apresentar sintomas que são exclusivos desta condição, como pesadelos e lembranças ruins frequentes, evitar lugares e pessoas que remetam à má experiência, dificuldade de concentração e sono, irritabilidade e diminuição das aspirações para o futuro.

Como Tratar a Ansiedade

Conheça os Tratamentos para a Ansiedade A ansiedade pode ser tratada com o uso de medicamentos, com aconselhamento psicológico, ou de forma independente. Em última análise, o caminho do tratamento depende da causa da ansiedade e as preferências do paciente. Muitas vezes, os tratamentos consistirão de uma combinação de psicoterapia, terapia comportamental e medicamentos. Às vezes, alcoolismo, depressão ou outras condições coexistentes têm um efeito tão forte sobre o indivíduo que o tratamento do transtorno de ansiedade deve esperar até que as condições coexistentes sejam postas sob controle.

Auto-tratamento para a Ansiedade

Em alguns casos, a ansiedade pode ser tratada em casa, sem a supervisão de um médico. No entanto, isto pode ser limitado a situações em que a duração da ansiedade é curta e a causa é identificada e pode ser eliminada ou evitada. Existem vários exercícios e ações que são recomendados para lidar com este tipo de ansiedade: Aprenda a controlar o estresse em sua vida. Fique de olho nas pressões e nos prazos e comprometa-se a tirar o tempo do estudo ou do trabalho.

• Aprenda uma variedade de técnicas de relaxamento. Informações sobre métodos de relaxamento físico e técnicas de meditação podem ser encontradas em livrarias e lojas de alimentos saudáveis.

• Pratique a respiração abdominal profunda. Isso consiste em respirar profundamente e lentamente pelo nariz, levando o ar até o abdômen e depois expirando lentamente e suavemente pela boca. Respirar profundamente por muito tempo pode levar à tontura do oxigênio extra.

• Aprenda a substituir a “conversa negativa com você mesmo” com a “conversa de auto-enfrentamento”.

• Faça uma lista dos pensamentos negativos que você tem, e escreva uma lista de pensamentos positivos, críveis para substituí-los.

•  Substitua pensamentos negativos por positivos. Imagine-se enfrentando com sucesso e conquistando um medo específico.

• Fale com uma pessoa que é solidária. Medite.

• Pratique exercícios.

• Tome um longo banho quente. Descanse em um quarto escuro.

Anúncios