Conheça os 7 piores alimentos para a sua saúde

Resistir a alimentos industrializados é difícil para quem quer manter a boa alimentação, seja por questões de saúde ou para manter a forma. O problema é que, apesar de muito gostosos, a maioria desses alimentos não são tão (ou nada) nutritivos, além de prejudicais à saúde.

“O foco da indústria alimentícia ao produzi-los era o sabor, deixando de lado o valor nutricional”, explica o nutrólogo Guilerme Giorelli, diretor da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) em matéria do Minha Vida.

Inspirados na lista dos piores alimentos para o corpo de ser humano, feita pela nutricionista norte-americana Michelle Schoffro Cook, autora de best-sellers sobre alimentação, o Minha Vida consultou especialistas para entender os malefícios que esses alimentos causam para o corpo e como podemos substituí-los por opções mais saudáveis e gostosas!

1- Sorvete de massa 

Créditos: iStock/@tondone

Gordura e adivos são vilões do sorvete

Uma bola (60 gramas) tem em média 130 calorias e 18,5% dos Valores Diários de gorduras saturadas que um adulto necessita, este alto valor existe principalmente por ter uma série de aditivos incluídos no alimento ao longo da fabricação, o leite integral possui gorduras saturadas, mas não são poucas.

“O principal problema do consumo em excesso desta gordura é que ela sofre um processo de oxidação e há o risco do aparecimento de placas que podem inflamar as artérias sanguíneas, levando a doença vascular que pode comprometer o coração, os rins e o cérebro a longo prazo”, explica Cook.

Alternativa saudável: Uma opção melhor é o sorvete de palito de frutas que possui menos calorias, apenas 50 por porção de 60 gramas, e gorduras, apenas 0.14 gramas o equivalente a 0,25% dos Valores Diários. O frozen de iogurte desnatado, com 64 calorias e 0,3 gramas de gorduras saturadas o equivalente a 1,3% dos Valores Diários, é outra boa opção. O sorvete light, com 85 calorias e o equivalente a 6% dos Valores Diários de gorduras saturadas, também é uma escolha menos prejudicial.

EXAMES DE SANGUE E URINA COM ATÉ 50% DE DESCONTO. FAÇA SEU CARTÃO FIDELIDADE GRATUITO AQUI

2- Salgadinhos de milho

Os problemas: O produto contém química que pode causar alergia. Além disso, um pacote de 63 gramas contém 32,5% de gorduras totais, 10,3% de gorduras saturadas e 17% do Valor Diário de sódio. “Quando consumido em excesso o sódio está relacionado ao aparecimento de pressão alta e doenças renais”, diz Cukier.

Alternativa saudável: A pipoca feita na panela e com óleo vegetal fresco é uma opção muito melhor para a saúde., só é preciso estar atento para não abusar do sal.

3- Salgadinho de batata (pacote)
O salgadinho de batata é pior para a saúde que a batata frita, que também é ruim. “Ele vai ser preparado de maneira industrial, utilizando grandes quantidades de gordura, sal e substâncias químicas”, explica Cukier.

Alternativa saudável: Aqui também vale a dica da pipoca de panela ou batatas cortadas em forma de chips e levada ao forno com azeite e alecrim.

4- Pizza congelada

Créditos: iStock/simonkr

A pizza congelada contém substâncias que causam  aumento de problemas cardíacos, da pressão arterial e doenças renais, segundo a nutricionista

Um pedaço de pizza congelada possui 14% do valor diário de gorduras saturadas e 16% de sódio, o consumo em excesso dessas substâncias causa aumento de problemas cardíacos, aumento da pressão arterial e doenças renais.

Alternativa saudável: Caso você adore uma pizza, o melhor a fazer é diminuir o consumo, comendo apenas uma vez por semana. O sabor escolhido também irá influenciar na quantidade de calorias e gorduras.

5- Bacon
Um levantamento feito pela Escola de Saúde Pública de Harvard descobriu que 50 gramas diários de carnes processadas como o bacon aumentam em 42% o risco de problemas cardíacos e em 19% o de diabetes tipo 2. Este alimento possui gordura saturada, que sofre um processo de oxidação que facilita o aparecimento de placas que podem inflamar as artérias sanguíneas levando ao comprometimento cardíaco.

O alimento também contribui para o surgimento da diabete tipo 2 e pode amentar o risco de desenvolver o câncer no pâncreas.

Alternativa saudável: Os fãs de bacon devem restringir o consumo do alimento para no máximo uma vez por semana. Procure fazer o feijão e a farofa sem o uso desta carne processada e caso bata uma vontade daquela fatia de bacon, tente substitui-la por peito de peru.

6- Refrigerante

iStock / luknaja

Créditos: iStock / luknaja

Seu consumo está associado ao aumento do risco de ter um acidente vascular cerebral e também está associado a problemas respiratórios

Esta bebida é rica em açúcar. Uma lata de 350 ml do refrigerante tipo cola possui 37 gramas de açúcar. Então, caso a pessoa beba uma lata por dia em um mês ela terá consumido cerca de um quilo de açúcar. Seu consumo está associado ao aumento do risco de ter um acidente vascular cerebral e também está associado a problemas respiratórios.

As versões diet também são prejudiciais, entenda.

Alternativas saudáveis: Apesar de calóricos, os sucos naturais são ricos em vitaminas, fibras e sais minerais, por isso são opções muito melhores para a sua saúde, a água de coco também.

7-Sucos Industrializados

“O pior é o refresco, que tem em torno de 10% de polpa de frutas, o néctar varia em 30 e 40% e o suco em mais de 50%. Considero tão perigoso quanto o refrigerante porque a quantidade de vitaminas é mínima e ele é muito calórico”, explica Giorelli.

Alternativas saudáveis: Aqui valem as mesmas dicas de substituição que no caso dos refrigerantes.

Leia a matéria completa e veja mais alimentos ruins para a saúde listados pela nutricionista Michelle Schoffro Cook no Minha Vida.

Anúncios